Os Esgotos De Bolsonaro

Os Esgotos De Bolsonaro

O presidente do brasil, Jair Bolsonaro, passou esta semana da defesa para o contrataque diante de dois escândalos que ameaçam o futuro de seu Governo presidencialista de ultra-direita. O primeiro, as suspeitas de que teu filho Flávio, quando era deputado pelo estado do Rio de Janeiro, recebia dinheiro ilicitamente de grupos paramilitares em bairros da zona oeste da capital.

Em segundo recinto, acusa o ministro da Justiça de Bolsonaro, Sérgio Moro-o antes elogiado superjuez que liderou a investigação contra a corrupção, Lava jato (lavacoches)-, de ter violado os princípios da independência judicial. De rastos a de imediato improvável imagem de Bolsonaro e seus 3 filhos, no papel de lutadores contra a corrupção brasileira, os 2 escândalos fizeram balançar ao Governo.

  • A pessoa do Rei de Espanha é inviolável e não está sujeita a responsabilidade
  • 1971: Method Man, rapper norte-americano, a banda Wu-Tang Clan
  • Tiago: “Me emociona capitanear a esse Atlético”
  • Jul.2010 | 11:Treze
  • 3 Denominações profissionais
  • C1 Family’s Friend duzentos

Bolsonaro agora só conta com o suporte de um em cada três brasileiros, e 33% qualifica seu Governo péssimo. Por esta explicação, Bolsonaro não tem sido rápidos em investigar 2 novos anúncios judiciais pra amistosos o contra-ataque. Apesar de Greenwald e Observar são casados há 13 anos, Bolsonaro tachou os 2 de “malandros” (canalhas) por ter, possivelmente, casado com o final de evitar a deportação.

É o tipo de inexistência que Bolsonaro tornou uma arma política. Dias depois, o Supremo Tribunal federal anunciou a suspensão da investigação contra Flávio Bolsonaro e teu exasesor e motorista Ailton Queiroz, um expolicía e companheiro da família. No ano anterior transcendeu que haviam depositado em menos de um mês 48 quantidades de 2.000 reais (500 euros) em dinheiro pela conta do filho Bolsonaro, operações que pareciam típicas de uma trama de lavagem de dinheiro. Também, descobriu-se o ingresso de mais de um milhão de reais na conta de Queiroz. Entretanto no caso de Flávio Bolsonaro e seu assessor, a prática tem um cariz mais sinistro, em razão de alguns destes falsos funcionários eram familiares de paramilitares.

Uma das transferências de dinheiro de Queiroz é ingressou, ademais, a conta de Michelle Bolsonaro, a atual primeira-dama. “, advertiu Bolsonaro em uma conferência de imprensa pela semana passada. No entanto, matar o mensageiro possivelmente não será suficiente para enterrar os 2 escândalos. Por ilegal que fosse a decisão do ministério público de fiscalizar as contas de Flávio Bolsonaro, os fiscais encontraram o que procuravam: indícios de corrupção e ligações com os paramilitares. Também, ainda que o ministro Moro atinja seu intuito de demolir o objeto filtrado e ou até mesmo julgar Greenwald, prontamente está irreparavelmente danificada a imagem do juiz elogiado em teu dia por instituições como a Transparência Internacional. De acordo com uma das discussões filtradas a The Intercept, os 2 escândalos se sobrepõem.

Os mesmos promotores do caso Lavacoches se mostraram preocupados com possíveis conflitos de interesse, após a decisão de Moro de aceitar a pasta da justiça . “Seja como for, o presidente não vai conceder ao filho”, diz consternado numa conversa digital Deltan Dallagnol, o fiscal mais estreitamente aliado Moro.

“Até que ponto vai (Jair Bolsonaro) a escoltar a agenda de Mouro contra a corrupção, se o teu filho sente a busca em sua pele? “, pergunta Dallagnol. Uma das coisas que ficam muito claras a partir das fugas é que a Sergio Moro não lhe ter temido a mão na hora de violar as divisões de poderes no Estado de correto. A separação entre o promotor e o juiz não existe na sua filosofia de ativismo jurídico. Numa das discussões por e-mail entre o juiz e Dallagnol, Moro pergunta: “o Que você localiza destas afirmações loucas do PT?