Quanto Gasta A Placa Em Papel?

Quanto Gasta A Placa Em Papel?

Foi a sua semana. O conselheiro da Fazenda, Indústria e Energia da Junta de Andaluzia não parou. João Bravo (Palma de Maiorca, 1974) leva alguns dias entregue a uma maratona de audiências de jornais, entrevistas em meios de comunicação e atos institucionais, que teve que conciliar com o trabalho de escritório e da família. Quando o Conselho de Governo aprovou, na terça-feira um pacote de saldos fiscais que estarão em vigor até 2023, ele tornou-se o conselheiro de Finanças, e, em menor tempo, reduziu os impostos em Andaluzia. Você vai prosseguir baixando impostos nesta legislatura?

De ser dessa forma, Existe uma margem para aprimorar o regime fiscal, não só com saldos. Queremos lançar uma nova lei de taxas. A atual ainda está em pesetas. Há que ordenar, depurar, racionalizar e simplificar o sistema, o que dará superior segurança jurídica pra administração e o contribuinte.

  • Melancolia 2.0: tédio e filme pela tela
  • Recortes Zero-Grupo Verde: Diana Praça
  • Bônus especial de cem %
  • quatro Abertura à indústria norte-americano

temos de Nos garantir de que a taxa que se paga por um serviço público é prestado da maneira mais capaz possível. Há taxas que não têm significado e devem ser suprimidas, como a que é cobrada pela inspeção de moradias de proteção oficial, cujas competências prontamente não correspondem à Junta, entretanto dos municípios.

Além da Lei de Taxas, a secretaria estuda a redação de uma lei de tributos próprios, que é um projeto muito embrionário. Fizemos uma reforma fiscal muito ambiciosa, no entanto não termina aqui. Não renunciamos a que em cada orçamento, e aí incluo o de 2019, vamos prosseguir melhorando a tributação para os andaluzes. A partir da oposição criticam que os saldos são maiores para os rendimentos superiores a 120.000 euros. Será que vão auxiliar menos para o financiamento dos serviços públicos?

Eu não compartilho este critério. A bonificação o imposto sobre transmissões patrimoniais afeta 130.000 famílias várias. A diminuição na renda beneficia a 3,7 milhões de contribuintes. Oxalá tivéssemos 3,7 milhões de ricos em Andaluzia. A redução de Actos Jurídicos Documentados afeta a pequenas empresas e autônomos, que representam 94% das intervenções.

bem como Não se conseguem denominar ricos. Graças ao Governo anterior, do PP, quem ganha menos de 14.000 euros não paga impostos. Antes pagava 738 euros. Isso foi uma descida das classes médias e baixas. Dentro do piso que temos, de fato, a redução mais rápida pra rendas mais baixas.

Se você me pergunta se vamos ajudar uma pessoa, digo-lhe que a ninguém. Mas também não vamos prejudicar ninguém. Esta é uma reforma fiscal para todos. Como pensam alinhar uns orçamentos expansivos em saúde e educação com os saldos fiscais e as restrições do défice, que forçá-lo a apagar em 510 milhões o orçamento da Diretoria para este ano? Os efeitos da diminuição fiscal pro orçamento de 2019 são 10,sete milhões de euros.